Sintep faz lista de “traidores da classe trabalhadora”  | MUVUCA POPULAR

Sábado, 15 de Agosto de 2020

POLÍTICA Quinta-feira, 02 de Julho de 2020, 22h:00 | - A | + A




PEC 06/2020

Sintep faz lista de “traidores da classe trabalhadora”

Sindicato listou os deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência no Estado


redacaomuvuca@gmail.com

DE99EE9D-935C-4440-A845-2B18A8258C30.jpeg

Foto: Reprodução

O Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), divulgou uma lista dos deputados “traidores da classe trabalhadora” na noite desta quinta-feira (2). Na tabela, aparecem os parlamentares que votaram a favor da PEC 06/2020 do Governo, que prevê uma Reforma na Previdência no Estado.

O projeto, ao todo, teve o apoio de 17 deputados, enquanto apenas seis se posicionaram de maneira contrária, além, de uma única ausência.

A PEC 06/2020, está sendo considerada a segunda etapa da Reforma da Previdência de Mauro Mendes, onde o servidores terão a idade para a aposentadoria aumentada em cinco anos para homens (65) e sete anos para mulheres (60). Na educação, caso não ocorra uma emenda que considere o trabalho docente excepcional, existe a possibilidade que na ausência de regras seguir-se a EC nº 103, que estabeleceu para o magistério a idade mínima de 57 anos (M) e 60 anos (H).

Além da idade para a aposentadoria ter sido ampliada para 60 anos (M) e 65 anos (H), os servidores terão ainda, um tempo mínimo de contribuição, de 30 anos. O servidor que tiver 60 anos, mas não completou 30 anos de contribuição, apesar da idade, não poderá se aposentar com salário estabelecido na lei, ou seja, 80% da média de todos os salários da vida profissionais. Cairá numa nova regra, que reduzirá ainda mais o valor da remuneração, caso o servidor queira ou precise se aposentar. Não podemos esquecer que a PEC acaba com a paridade e integralidade dos salários da ativa.

“Trabalhar 40 anos, não significará receber 100% do salário da ativa, mas 100% da média de todos os salários recebidos durante a vida funcional desse trabalhador”, esclarece o presidente do Sintep, Valdeir Pereira.

Com informações - Sintep-MT

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(3) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Fabio - 03-07-2020 20:41:04

Teria que ser escrito assim: Traidores do Servidores Públicos de MT, porque a classe trabalhadora é regida pela previdência federal, ou seja, INNS.

Responder

1
2


Enoque Duarte - 03-07-2020 18:36:36

Vamos dar o troco a esses traidores em 2022, até o deputado João Batista votou contra os trabalhadores! Que decepção!

Responder

2
1


Bolão - 03-07-2020 12:18:19

Nenhum trabalhador da iniciativa privada ou servidor público que se preze não pode votar para candidatos que são favoráveis a destruição de direitos trabalhistas e previdenciários! Já Bastou a destruição da CLT pelo Governo Bozo, trazendo subemprego e precarização do trabalho! Até motorista de aplicativo virou MEI, só no nome, pois na prática estão trabalhando quase 24h para comprar comida. O povo precisa acordar e colocar representantes que sejam trabalhadores e não empresários, ou quem favoreça a categoria empresarial!

Responder

6
1


3 comentários

coluna popular
João Mototáxi discutiu com cidadão por WhatsApp
Henrique Lopes irá substituir Valdir Barranco
Braço direito de Wellington conquista vaga
Cobrando justiça
Tenente-coronel Rubia

Últimas Notícias
15.08.2020 - 14:03
15.08.2020 - 14:00
15.08.2020 - 10:36
15.08.2020 - 09:07
15.08.2020 - 08:00




Informe Publicitário