TRE barra candidatura de Taques ao Senado | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2020

POLÍTICA Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020, 11h:02 | - A | + A




Fora da disputa

TRE barra candidatura de Taques ao Senado

Taques está fora da disputa ao Senado.


redacaomuvuca@gmail.com

Por unanimidade, o Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT) indeferiu a candidatura do ex-governador Pedro Taques (Solidariedade) para a eleição suplementar ao Senado, em 15 de novembro.  
O relator do processo, juiz eleitoral Jackson Coutinho, acatou os argumentos do Ministério Público Eleitoral (MPE) pelo inderefimento da candidatura.

Coutinho lembrou que o pedido de suspensão da inelegibilidade de Taques, por conta de conduta vedada quando era governador do Estado, foi negada pelo ministro Mauro Campbell, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Já em relação a multa eleitoral, o relator reconheceu que houve pagamento da multa de R$ 50 mil de maneira parcelada. 

O voto de Coutinho foi acompanhado pelos magistrados Gilberto Bussiki, Marilsen Addário, Sebastião Monteiro, Fábio Henrique, Bruno D'Oliveira e Gilberto Giraldelli. Com a decisão, a chapa de Taques com os seus suplentes foi indeferida. Taques ainda pode recorrer. 

Taques foi condenado no dia 8 de setembro pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso, por conta da Caravana da Transformação, realizada em 2018, durante período eleitoral.

Segundo a denúncia, o programa assistencialista foi uma forma de promoção pessoal e distribuição gratuita de benefícios.
A ação é embasada na denúncia do PDT que causou a condenação de Taques pelo TRE, no dia 08 de setembro, por abuso de poder em ano eleitoral referente ao programa Caravana da Transformação, aplicando-lhe multa no valor de R$ 50 mil.

Na negativa do recurso no TSE, o ministro Campbell  alegou que ‘não há como reconhecer ilegalidade ou abuso de poder que justifique a concessão da ordem’.

"Ante o exposto, com base no art. 36, § 6º, do Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral, negou seguimento ao mandado de segurança", diz trecho da decisão.  

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

comentários

coluna popular
Governador amplia base na ALMT
Documento possui aval da Casa Civil
Campanha atende 50 mil famílias
R$ 3 milhões em cocaína
'Criança mimada'

Últimas Notícias
03.12.2020 - 19:53
03.12.2020 - 19:00
03.12.2020 - 18:52
03.12.2020 - 18:46
03.12.2020 - 18:43




Informe Publicitário