"Uma nova estratégia nacional de segurança na fronteira precisa ser elaborada", diz deputado | MUVUCA POPULAR

Sábado, 14 de Dezembro de 2019

POLÍTICA Segunda-feira, 17 de Junho de 2019, 18h:40 | - A | + A




Crimes Transnacionais

"Uma nova estratégia nacional de segurança na fronteira precisa ser elaborada", diz deputado

Dr. Leonardo (SD) propõe Mesa Redonda para debater soluções para os problemas fronteiriços


redacaomuvucapopular@gmail.com

Nesta segunda-feira (17), a proposta do deputado federal Dr. Leonardo (SD) sobre um debate nacional a respeito da proteção da região fronteiriça foi aprovada pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara. “As fronteiras brasileiras já não despontam atualmente como uma questão de segurança nacional, mas, sobretudo, de segurança pública”, afirmou.

A Mesa Redonda instaurada pelo parlamentar foi intitulada como “Segurança Pública na Zona de Fronteira do Brasil”, tem o intuito de reunir representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), 13ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército Brasileiro, Grupo Especial de Fronteira de Mato Grosso (GEFRON), Polícia Militar de Mato Grosso e outros órgãos da segurança pública para discutir soluções para crimes transnacionais.

“O município de Cáceres é uma das maiores cidades na fronteira Brasil/Bolívia e tem importância histórica no âmbito da defesa da fronteira desde o século XVIII. Os órgãos de segurança nacional precisam dialogar com as forças de segurança locais e uma nova Estratégia Nacional de Segurança na Fronteira precisa ser elaborada de forma a integrar todos os entes”, alegou Dr. Leonardo.

Segundo o deputado, Mato Grosso possui mais de 750 quilômetros de fronteira seca e mais 230 quilômetros de área alagada com a Bolívia, abrangendo 29 municípios. A região é toda recortada por estradas vicinais conhecidas como “cabriteiras”, famosas por serem utilizadas por traficantes e contrabandistas. O espaço aéreo também é famoso por ser utilizado pelo crime organizado.

Além disso, o Brasil faz fronteira com 10 países da América do Sul. São mais de 16 mil quilômetros de divisas terrestres. Na faixa de 150 quilômetros a partir dessa divisa, há aproximadamente 570 municípios distribuídos em 27% de todo o território nacional.

“Essa vasta área do território nacional é conhecida como área-problema, famosa por ser rota do tráfico internacional de drogas, de armas, de carros e pessoas, além de contrabandos, lavagem de dinheiro e outras formas de descaminhos. É nesse contexto que precisamos unir forças para combater a criminalidade”, finalizou.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

Virgílio - 18-06-2019 10:00:15

Espero que não seja mais um populismo barato

Responder

1
0


Emília - 18-06-2019 09:58:53

Sei que não irei me arrepender de ter votado no senhor Dr Leonardo. Parabéns

Responder

0
0


Arrependido - 18-06-2019 17:10:46

Se ARREPENDIMENTO MATASSE.. muita gente estaria morte devido à ingratidão. Mas, sabemos que terá outra eleição... então daremos a MELHOR RESPOSTA!!!

Responder

0
0


Maria C. Silva - 17-06-2019 20:29:46

esse ai só conversa e promete e nada

Responder

1
0


4 comentários

coluna popular
Blairo Maggi e Silval Barbosa
121 instituições foram contempladas
Parte será destinado à creche Irmã Hylda
Apostou a favor de Selma
Um mês e meio de férias

Últimas Notícias
14.12.2019 - 19:01
14.12.2019 - 15:56
14.12.2019 - 12:28
14.12.2019 - 11:56
14.12.2019 - 10:40




Informe Publicitário