Vacinação contra covid começa na próxima quarta-feira (20) em Cuiabá  | MUVUCA POPULAR

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2021

POLÍTICA Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2021, 12h:14 | - A | + A




Gestão Emanuel

Vacinação contra covid começa na próxima quarta-feira (20) em Cuiabá

Prefeito recebeu confirmação do ministro da Saúde


redacaomuvuca@gmail.com

Vacina.jpeg

 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), anunciou há pouco que a vacinação contra a Covid-19 começará na próxima quarta-feira (20).

A definição ocorreu em reunião dos prefeitos das capitais com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que fez a ressalva de que ainda é necessária a liberação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o que deve ocorrer até o próximo domingo.

“O Ministro já deixou claro que essa data só será alterada se não houver liberação por parte da Anvisa, mas nós estamos nos preparando para começar a vacinar esses grupos prioritários”, garantiu.

De acordo com o prefeito, primeiro serão imunizadas 125 mil pessoas dos grupos prioritários. “Inicialmente, será apenas os profissionais de saúde e grupo de risco, como os idosos acima de 60 anos, cadeirantes, pessoas com dificuldades de locomoção, entre outros”, disse o prefeito em entrevista à TV Centro América.

O chefe do Executivo Municipal disse que Cuiabá já tem um plano de vacinação elaborado, restando pequenos detalhes que seguirão as orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e do Ministério da Saúde.

No Brasil, serão distribuídas, a partir da próxima semana, 8 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19. Serão 6 milhões do Instituto Butantan – a Coronavac – e outras 2 milhões que estão chegando da Índia.

De acordo com o planejamento, a imunização será feita de forma estratégica em polos específicos da capital. Além disso, a prefeitura pretende utilizar a estrutura do Programa de Assistência Médica e Odontológica Rural (AMOR) para fazer com que a vacina chegue até a residência de pessoas com dificuldade de locomoção ou em regiões afastadas.

“Nós já estamos planejando colocar uma central de distribuição em cada região da cidade para descentralizar o atendimento. Nós também vamos fazer a imunização por agendamento pelo Conect SUS e também utilizaremos a estrutura do programa AMOR para chegar até aquelas pessoas que possuem dificuldade de locomoção”, explicou.

Por fim, Emanuel esclareceu que o restante da população deve ser imunizado somente após o repasse das doses que chegarão nos próximos meses. “A expectativa é que chegue  6 milhões de doses e  empara março e abril 40 milhões de doses, a partir dai o Brasil já terá o calendário fechado para poder imunizar a todos”, concluiu.

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

JEFERSON SILVA DE MATOS - 14-01-2021 13:15:38

OBRIGADO JESUIS!!! FINALMENTE A VACINA TÃO ESPERADA. E QUEM FOR BOLSOANTANARISTA FANÁTICO OU PETEBA AMANTE DE MOLUSCO LADRÃO E NÃO QUISER VACINAR, POR MIM TUDO BEM. EU QUERO A VACINA.

Responder

2
0


1 comentários

coluna popular
Nas alturas
Entenda
Presidente IPA
Staff de Cuiabá
Única mulher na AL

Últimas Notícias
27.01.2021 - 23:05
27.01.2021 - 21:33
27.01.2021 - 20:18
27.01.2021 - 19:03
27.01.2021 - 18:16




Informe Publicitário