"Vereador tem que brigar pelo povo", diz Luiz B.A. | MUVUCA POPULAR

Terça-feira, 07 de Abril de 2020

POLÍTICA Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2020, 18h:44 | - A | + A




Disputa Eleitoral

"Vereador tem que brigar pelo povo", diz Luiz B.A.

Comunicador entra na briga por uma vaga na Câmara de Cuiabá


redacaomuvuca@gmail.com

WhatsApp Image 2020-02-25 at 18.41.19.jpeg

Segundo o pré-candidato Luís Carlos BA, os vereadores precisam pensar mais na população. Foto: Muvuca Popular.

O comunicador e pré-candidato a vereador, Luís Carlos BA, declarou, em entrevista ao Muvuca Popular, que os vereadores precisam pensar mais no povo. Com um longo histórico em ações sociais em projetos como o Cota Solidária, Luís defende uma política feito do povo, para o povo.

O pré-candidato não definiu ainda um partido, mas afirmou que está entre 3 siglas: o Partido Trabalhista Cristão (PTC), Partido Social Liberal (PSL) ou o Partido Social Democrático (PSD). Apesar disso, Luís Carlos já constrói uma forte base política e declara que a prioridade é o povo. O comunicador utiliza a experiência em suas ações sociais, em contato direto com o povo, para pensar no coletivo.

Na entrevista, Luís Carlos fala sobre a carreira como comunicador, seus projetos sociais e por quem irá lutar no legislativo cuiabano: o povo.

Confira na íntegra:

emanuelzinho: Qual a sua trajetória profissional?

Luís Carlos B.A: Eu sou comunicador em Cuiabá há mais de 20 anos, trabalhei por 7 anos na Rádio Cultura, tive um programa líder de audiência. Fiz parte do elenco de comunicadores do Grupo Gazeta de Comunicação por quase 8 anos, e então eu migrei para a televisão. Na TV, eu comecei fazendo muito trabalho social. A gente criou um projeto chamado Cota Solidária, que tem ajudado muitas pessoas. 

 

emanuelzinho: E na política?

Luís Carlos B.A: Minha experiência política sempre foi nos bastidores. Eu entrei mais na política na campanha passada, quando eu fiz parte da coordenação geral da campanha do candidato à deputado federal Coronel Jorge Luís, meu irmão. Ele chegou a ter quase 18 mil votos, em uma campanha com pouco dinheiro. O projeto atual dele é me lançar como pré-candidato à vereador, eu já tinha essa vontade de vir para a política.

emanuelzinho: Como funciona o Cota Solidária, seu principal projeto social?

Luís Carlos B.A: A gente tem um canal aberto como telespectador, e as pessoas nos procuram para ajudar na parte de doação de alimentos e roupas. Nós recebemos denúncias também através do Cota, o projeto serve para muita coisa. As pessoas nos ligam, relatam o problema que estão passando e a gente se une com alguns parceiros, amigos e empresários e fazemos uma cota mesmo. A gente sai para a rua e mostra qual a situação mesmo. As pessoas tem um coração muito gigante, graças a Deus. O cuiabano é muito solidário, e a gente tem conseguido amenizar muitos problemas.

 

emanuelzinho: Qual a sua motivação por trás da sua candidatura?

Luís Carlos B.A: Eu quero ser vereador para poder fazer mais. Eu tenho certeza que sendo parlamentar, além de fazer o papel do vereador que é de fiscalizar e cobrar, eu quero fazer muito mais. O social está no sangue, e as pessoas nos conhecem muito por isso. Sou de uma família de pessoas humildes, meu pai também era policial militar. Mas a gente sempre teve isso no sangue de poder ajudar o próximo. Eu sei o quanto é difícil, não é fácil. Eu já sofri na pele de precisar de uma policlínica e não ter, com escolas precárias e outras situações sensíveis. 

emanuelzinho: O que o senhor acredita que falta na Câmara de Cuiabá e que, como vereador, o senhor pode contribuir?

Luís Carlos B.A: Acho que falta as pessoas pensarem mais no coletivo. Os vereadores tem que pensar mais no povo, está faltando isso. Falta brigar mais pela população, legislar, que o político saia do gabinete e vá conhecer os problemas de perto. Deixar de pensar em si. 

 

emanuelzinho: O senhor acredita que essa aproximação com o povo, de estar na rua, é um diferencial para a candidatura?

Luís Carlos B.A: Antes mesmo da pretensão política, eu já tinha esse contato com o povo, através do rádio e depois através da TV. Eu trabalhava com mensagens ao vivo e participava de muitas ações solidárias, era prazeroso. Eu sempre tive contato com o povo, e eu gosto disso. Eu sendo vereador não vou fazer nada diferente do que eu já faço, isso já é o meu natural. Como vereador, eu vou poder fazer muito mais, vou ter mais força para brigar muito mais pelo povo. 

VOLTAR IMPRIMIR

COMENTÁRIOS

(4) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do MPopular. Clique aqui para denunciar um comentário.

jose a silva - 26-02-2020 07:20:50

MAIS UM BABACA, COM BALELAS E CONVERSA FIADA, PARA ENGANAR IGNORANTES E INCAUTOS E GANHAR VOTOS! ONDE ESTAVA ESSE SENHOR NOS TRES ANOS ANTES DESSA ÉPOCA? É AQUELA MUSICA: LÁ VEM ELE DE NOVO, PRA ENGANAR O POVO.........

Responder

4
1


Luis Claudio de Magalhaes - 26-02-2020 08:29:47

Jose entendo vc,por estar insatisfeito com a politicagem que estao fazendo.mas nao pode colocar todos na vala comum.Convido vc a visitar a minha pagina(luis carlos ba),e ali vc vai conhecer um pouco do meu trabalho das minhas açoes.

Responder

0
2


Luis Claudio de Magalhaes - 26-02-2020 08:31:48

Jose entendo vc,por estar insatisfeito com a politicagem que estao fazendo.mas nao pode colocar todos na vala comum.Convido vc a visitar a minha pagina(luis carlos ba),e ali vc vai conhecer um pouco do meu trabalho das minhasp açoes.

Responder

1
2


jose a silva - 26-02-2020 09:19:09

Papel e paginas eletrônicas aceitam quaisquer baboseiras. E até hoje não conheci e não vislumbro chances, de um pretenso candidato a qualquer coisa, que seja honesto e tenha caráter, a sequer passar em convenções partidárias, pois os que conseguem já celebraram conchavos, a fazer e praticar coisas nada republicanas! Pra votar em gente dessa estirpe, nem me preocupo em pegar aquele papel, que chamam de titulo de eleitor, que não passa de um cabresto, e nem a sair de casa!

Responder

2
1


4 comentários

coluna popular
Projeto favorece Janina Riva
Enquanto pandemia persiste
Em sessão remota, fala 'escapou'
Programa foi suspenso devido à crise
"Ela me liga chorando", relatou Emanuel

Últimas Notícias
07.04.2020 - 08:06
07.04.2020 - 08:00
07.04.2020 - 07:35
07.04.2020 - 07:25
07.04.2020 - 07:03


Carlos Fávaro (PSD)

Coronel Rúbia (Patriota)

Elizeu Nascimento (DC)

Gisela Simona (Pros)

José Medeiros (Podemos)

Júlio Campos (DEM)

Nilson Leitão (PSDB)

Otaviano Piveta (PDT)

Procurador Mauro (PSOL)

Reinaldo Morais (PSC)

Valdir Barranco (PT)

(Nenhum deles)

Feliciano Azuaga



Informe Publicitário